Jogos online e offline de RPG e Tabuleiro.

RPG Maker

0 53

Conheça o RPG Maker, programa que você pode criar seu próprio RPG eletrônico, simples e suficiente para uma criança, poderoso o suficiente para um desenvolvedor.

RPG Maker

RPG Maker é um engine (motor) de jogo para desenvolvimento de RPG eletrônico. Como seu slogan fala, é simples e suficiente para uma criança, e poderoso o suficiente para um desenvolvedor.

RPG Maker 1

Desenvolvido pela empresa ASCII, e atualmente desenvolvida pela Enterbrain, RPG Maker foi lançado inicialmente no Japão com o nome RPG Tsukuru ( RPGツクール, ou Ārupījī Tsukūru na pronúncia original).

O nome original no japão é uma pronúncia de RPG em inglês pelos japoneses (Ārupījī) e Tsukūru, que é a junção da palavra tsukuro (fazer ou criar) e sukūru que é uma pronúncia de escola (school) também em inglês.

História do RPG Maker

Desenvolvido em 1992, a ideia de um programa que podia modificar jogos de RPG, ou até criar jogos com o visual de jogos famosos da geração 8 e 16 bits, como Zelda, Breath of Fire e Final Fantasy, fez com que a comunidade de programadores entrasse em euforia.

Originalmente lançado apenas no Japão, foi largamente pirateado no ocidente, com traduções de aspecto duvidoso.

Todas as versões do RPG Maker são pagas, mas até hoje muitas pessoas pensam que ela é gratuita ou existem versões gratuitas, mas na verdade existem versões Gratuitas para Teste (30 dias de teste) e versões pagas.

RPG Tsukūru Dante 98

A primeira versão do RPG Maker, chamada RPG Tsukūru Dante 98 foi lançado no final de 1992, rodava em PCs Windows da época, mas precisava de emuladores, na época o Dante for Windows ou segundo D2Win.

RPG Maker 95

Somente com a vinda do RPG Maker 95, ele finalmente foi lançado oficialmente para Window, com uma resolução melhorada e vários ajustes, mas possuía recursos limitados. Essa versão foi mais pirateada, e teve até atualização não oficial para que ela rodasse no Windows XP.

RM2K

No final dos anos 1990, foi lançado o mais famoso, o RPG Maker 2000 (RM2K) para Windows. Essa versão foi também bem pirateada, e atingiu o status de programa universal de criação de RPG por ter várias opções e facilidades no qual o usuário poderia manusear sem ter conhecimento específico em programação.

O RM2K foi uma febre no Brasil, com vários sites abrindo para auxílio, traduções literais e esdrúxulas, e canais de bate-papos lotados de programadores loucos para lançarem seus RPGs eletrônicos.

Em 2003, um novo foi lançado. O RM2K3 ou 2003 foi o sucessor direto do 2000. Remodelou o sistema de batalha, teve algumas funções mais específicas de programação, e acabou espantando os “programadores de final de semana” ou leigos. Era bem completo.

rpg maker
Caixa do RPG Maker para Nintendo 3DS

RPG Maker XP

Logo depois, foi lançado uma nova versão, a XP, que traria uma inovação, uma linguagem de programação nova, a Ruby. Editada para games como a RGSS, tinha agora um visual de jogo mais completo, como a possibilidade de alteração climática aleatória, diversos tipos de menus, e a possibilidade de jogos online. A qualidade de som também melhorou e muito.

Em 2007, foi lançado a versão XV, voltando a facilidade das versões anteriores. Uma interface simples e mais comandos pré-programados atraiu novamente os leigos para o programa.

Na nova atualização, o XV Ace trouxe novidades, como um gerador de personagens, nunca antes colocado no programa. Também trouxe ferramentas do antigo RPG Maker XP.

RPG Maker MV

Finalmente, em 2015, foi lançado o RPG Maker MV, com ferramenta de exportação para vários sistemas operacionais, como Android, iOS, MAC, Windows, Linux e web. Também houve mudanças na linguagem, onde o Ruby sai e entra o Javascript.

Depois disso, outras versões surgiram para os consoles. A mais recente foi para Nintendo Switch e Playstation 4, o RPG Maker MV Trinity em 2019.

rpg maker
RPG Maker para Nintendo Switch

Como funciona o RPG Maker

Após adquirir uma das versões, a interface é super fácil de utilizar. Somente é necessário se acostumar com a versão, os comandos, e o que pode ser feito com a versão adquirida.

Eventos

A programação gira em torno de se fazer comandos chamados eventos. Os eventos são ações realizadas dentro do jogo, e o programador é responsável em dizer o que ocorre em cada evento.

Por exemplo, se ele diz que um personagem abre uma porta no jogo, ele tem que adicionar o evento de “abrir porta” para que o personagem entre.

Existem mais de 90 comandos de eventos, desde mostrar mensagem (ao conversar com NPCs) a reduzir HP (ao levar dano de algum monstro ou magia).

Variáveis

É também preciso saber que existem variáveis que podem ser moldadas no jogo. Variáveis são os números apresentados para tudo no jogo, como pontos ou números de itens.

Condições

Condições também podem ser colocadas, onde uma devida ação é acionada se cumprida uma condição. Como uma armadilha ser ativada se o personagem passar por um certo quadrante.

Switches

E finalmente, tudo pode ser colocado como limite, chamado switches (botões). Para que uma ação não seja eterna e redundante, como o personagem ao abrir o baú e achar uma poção, ele não repita a ação e novamente pegue mais uma poção.

Lista de Sites Oficiais

Abaixo temos uma lista de sites oficiais para saber mais sobre o RPG Maker, como também para adquiri-lo:

rpg maker
Versão disponível no Steam

Fim do Texto – RPG Maker

Obrigado por ter lido até aqui. Espero que tenha gostado do texto RPG Maker. Esquecemos algo que deveria ter sido comentado? Comente.

Coloque o MaisRPG em seus favoritos, assine nossas redes sociais, e não esqueça de compartilhar esse e outros artigos do site!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.