Jogos online e offline de RPG e Tabuleiro.

Horizon Zero Dawn

0 44

Horizon Zero Dawn apresenta uma trama apocalíptica, onde máquinas enormes e tecnologicamente muito desenvolvidas, dominaram o mundo, e vagam em uma paisagem fora do controle da humanidade.

Com temática central de ficção científica e um cenário muito bem desenvolvido, o game faz parte da geração mais moderna de jogos lançada, e sem dúvida vai encantar os fãs do gênero pós-apocalíptico de games que ainda não conhecem o jogo!

Acompanhe!

Horizon Zero Dawn RPG

O jogo tem um cenário vibrante, rico em natureza, porém mas habitado por máquinas altamente avançadas e inspiradoras. Aqui os seres humanos precisam lutar para sobreviver e não serem exterminados pelas máquinas!

E não estamos falando de qualquer tipo de máquinas, mas de estruturas gigantescas e toda sorte de IAs com as mais variadas funções e habilidades.

Horizon Zero Dawn 1
Clique na imagem para ir ao site oficial da PlayStation.

Em Horizon Zero Dawn impera a lei de sobrevivência do mais forte. Quem conhece jogos com temáticas de apocalipses com máquinas envolvidas, com certeza vai sacar logo de cara que máquinas e humanos não se dão muito bem.

O destaque do jogo sem dúvida são seus gráficos muito realistas e bem elaborados. O trabalho artístico empreendido pela produtora Guerrilla Games consegue imergir o jogador de uma forma muito profunda na trama do game.

Horizon Zero Dawn RPG: o mundo do jogo

Tudo começa quando em  meados do século XXI, robôs de combate criados pela empresa Faro sofreram uma falha de programação que os deixou hostis.

Horizon Zero Dawn game.

A civilização altamente tecnológica que existia viu seu mundo ruir e ser dizimado pelas máquinas que tomaram o controle do planeta e acabaram com a civilização humana tal qual a conhecemos.

Tudo isso fez com que pouco a pouco a civilização humana regride até sua forma de organização, até retornar ao modo de vida mais primitivo da espécie: viver como caçadores e coletores organizados em tribos.

O mundo se torna um lugar irreconhecível, muito semelhante ao que veríamos se pudêssemos observar os primórdios da vida humana em coletividade no planeta.

As máquinas, ao contrário do que se poderia esperar, não criaram uma sofisticada sociedade de IAs, mas sim vivem de forma muito parecida aos animais selvagens.

As máquinas cada mais selvagens se tornaram progressivamente mais poderosas e agressivas. Por aqui o jogador vai encontrar máquinas titânicas, que mais parecem verdadeiros dinossauros ou monstros primitivos.

E pode-se dar de cada com elas em qualquer parte do cenário!

Todos os ambientes do jogo foram muito bem pensados e acompanham o mundo natural com uma lógica bem elaborada. Por exemplo, em cenários frios o jogador vai se deparar apenas com espécies animais e vegetais próprias daquele ambiente, e assim por diante.

É muito interessante observar a forma como o game explora a questão da justaposição entre natureza exuberante e cenários repletos de perigos, questionando sobre tudo o papel humano nisso. Especialmente pelo fato da espécie humana não estar mais no controle do planeta!

Horizon Zero Dawn RPG: ficha técnica

A produção começou em 2011, após o lançamento de Killzone 3. Desde que foi anunciando, o game recebeu aclamação por parte da crítica e faturou diversos prêmios incluindo “Melhor Jogo Original”,  dado pela Game Critics Awards.

Confira a ficha técnica do game a seguir:

  1. Desenvolvedora: Guerrilla Games;
  2. Publicadora: Sony Interactive Entertainment;
  3. Diretor: Mathijs de Jonge;
  4. Produtor: Lambert Muller;
  5. Projetista: David Ford;
  6. Escritores: John Gonzalez, Benjamin McCaw;
  7. Programador: Michiel van der Leeuw;
  8. Artista: Jan-Bart van Beek;
  9. Compositor: Joris de Man, The Flight e Niels van der Leest;
  10. Motor: Decima;
  11. Plataforma: PlayStation 4;
  12. Data de lançamento: 28 de fevereiro de 2017 na América do Norte;
  13. Gênero: RPG de ação e Aventura;
  14. Modos de jogo: um jogador.

Horizon Zero Dawn RPG: personagens

Horizon Zero Dawn segue a história de Aloy, uma jovem rejeitada pela sua tribo desde seu nascimento (por alguma razão) e que teve de aprender a sobreviver no mundo dominado pelas máquinas sem o apoio de uma comunidade tribal.

Horizon Zero Dawn 2
Horizon Zero Dawn game.

Portanto, não há opções de criar um personagem único como em outros RPGs, mas o jogador pode definir alguns aspectos, como a personalidade da protagonista e isso interfere no desenrolar da história depois.

Contudo, dentro do game tem um sistema que concede alguns privilégios que possibilitam ao jogador poder personalizar o seu personagem para melhorá-lo de acordo com o seu estilo ou forma de jogar.

A protagonista nasceu na tribo Nora, que idolatram a natureza como a Mãe-de-Todos, mas foi banida assim que veio ao mundo. Abandonada, ela foi encontrada por outro banido, Rost, que a adotou.

Ainda criança, ela acaba caindo acidentemente em uma ruína subterrânea onde encontra um aparelho chamado Foco que lhe permite escanear objetos e criaturas para obter informações.

Como ela queria muito descobrir a história de sua mãe, passa os próximos anos de sua vida treinando para tomar parte de um ritual de aprovação dos Nora cujo vencedor não só se livra do banimento, como ainda ganha o direito de fazer qualquer pergunta às matriarcas da tribo.

O objetivo do jogador é seguir a trama de Aloy junto a busca pelos segredos que envolvem seu passado e identidade, e seu anseio por retornar a sua tribo.

Horizon Zero Dawn RPG: jogabilidade

Os jogadores devem controlar a personagem Aloy, que é uma caçadora e arqueira enquanto ela progride pelo mundo destruído em busca de repostas.

As máquinas colossais que dominam o mundo são compostas por eletricidade e metal. Seus componentes são vitais para Aloy sobreviver, sendo que ela tem de revistar os cadáveres destas criaturas em busca de recursos.

Portanto, como é se esperar, enquanto busca respostas Aloy também vive caçando essas máquinas enormes e destruindo-as para obter os recursos que precisa.

Personagens humanos, máquinas e todos as outras criaturas do jogo são muito bem detalhadas, com tatuagens, vestimentas, detalhes e toda sorte de personalizações únicas para cada ser.

A expressão de sentimentos e emoções também é muito bem feita nos personagens principais, contudo o game deixa a desejar um pouco no quesito dublagem.

Os personagens coadjuvantes, contudo, apresentam mais falhas e é evidente que eles foram deixados em segundo plano em vários aspectos em comparação com os originais.

O sistema de combate também é falho em alguns pontos. Quando o jogador usa armas como arco e flecha ou metralhadoras o sistema de mira funciona muito bem. 

E o combate direto também tem falhas, utilização de sua lança pode dar erros. O jogador fica com a sensação de que faltam elementos para deixar o combate mais efetivo em vários pontos.

O game, contudo, apresenta algumas habilidades que deixam câmera mais lenta para que Aloy execute melhor alguns movimentos.

Há varias formas de matar os inimigos, como criar armadilhas, disparar setas, utilizando explosivos, combate corpo a corpo, ou fazendo mortes silenciosas.

Já o combate divide-se assim em três estilos distintos:

  1. O primeiro usa tácticas furtivas;
  2. Já o segundo é mais orientado para o poder de fogo do jogador;
  3. E o terceiro é focado na criação de armadilhas.

Mas, também é possível criar novos itens através de materiais e partes mecânicas espalhadas pelo mundo.

Para finalizar deixamos você com esse vídeo do trailer oficial de Horizon Zero Dawn.

Horizon Zero Dawn – E3 2016 Trailer I Only On PS4

Divirta-se e até a próxima com Mais RPG!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.