Jogos online e offline de RPG e Tabuleiro.

Histórias de RPG

0 51

Conheça os vários temas de Histórias de RPG, e use-os para se inspirar e criar suas próprias histórias.

Histórias de RPG

Em jogos de interpretação de papeis, conhecidos como RPG, existem uma infinidade de histórias para serem contadas, com outra infinidade de personagens a serem criados pelos jogadores, o que torna esse jogo bastante peculiar e diferente dos demais jogos presentes no mercado de entretenimento.

Essa infinidade de coisas pode atrapalhar um grupo iniciante e indeciso em que jogo irá realmente jogar. Muitos jogos já trazem sua temática pré-estabelecida, como em Dungeons and Dragons (Alta Fantasia Medieval), Traveller RPG (Space Opera), ou Chamado de Cthulhu (Investigação Sobrenatural).

Histórias de RPG

Lista de Recortes das Histórias de RPG

Nesse artigo, iremos elencar vários tipos de cenários para você criar histórias de RPG. Use um, ou dois, ou até misture vários! O que importa é que você e seus jogadores se divirtam.

Histórias de RPG – Pelo Recorte Realístico

O RPG tem traços de realidade ou é totalmente fantasioso? A definição de realidade dentro do RPG limita a escolha de personagens que não caberiam no cenário proposto. Se a história se passa no planeta Terra, coisas como Elfos podem trazer um desequilíbrio à história, exceto se for em uma Terra Fantástica.

Temos três definições para esse tipo de recorte:

  • Alta Fantasia: muita magia, monstros e raças diferentes dos humanos, e efeitos formidáveis.
  • Baixa Fantasia: pouca magia, os monstros normalmente são humanos, efeitos sutis.
  • Realidade: sem magia, sem monstros (só antagonistas humanos ou animais), efeitos técnicos, charlatanismo.
  • Absurdo: como os encontrados em histórias de desenhos animados e/ou quadrinhos/mangás/animes.
Histórias de RPG
As aventuras de Conan, o Bárbaro, se passam em um cenário de Alta Fantasia.

Histórias de RPG – Pelo Recorte Temporal e/ou Geográfico

Saber onde sua história se passará em um recorte histórico é importante para situar os jogadores. Será no passado? Presente? Futuro?

É possível misturar histórias pelos recortes temporais e realísticos, fazendo novos tipos de histórias, como em Shadowrun (Alta Fantasia Cyberpunk) ou Cyberpunk 2020 (Realista Cyberpunk).

Existem muitas histórias pelo recorte temporal, inspiradas na nossa própria história humana, e previsão do que será no futuro:

  • Antiga: superstições, poucas cidades, vastas áreas a se explorar, confusão entre ciência e magia, medo do desconhecido.
  • Medieval: classes sociais, disputa de poderes entre nobreza, guerras, religião acima dos poderes políticos.
  • Moderno: descoberta de outras terras, exploração de tecnologias humanas e exatas, pensadores modernos, inventos.
  • Contemporâneo: realidade atual. Propaganda, organizações empresariais, globalismo, tecnologia.
  • Futuro Próximo: um passo depois de Contemporâneo, com tecnologia mais avançada, implantes biônicos e substituições, disputas entre corporações, empresas maiores do que governos, guerrilha urbana.
  • Futuro Distante (Space Opera): vários passos depois de Futuro Próximo, exploração de planetas, descoberta de outras raças, tecnologia fantástica.

Ainda é possível se inspirar em épocas e geografias distintas, características de certas civilizações:

  • Vikings: idade antiga tardia ou idade medieval.
  • Indianos: civilização antiga ou moderna.
  • Nativa-Americanos: Primeiros povos das Américas ou civilizações avançadas e desaparecidas (Maias, Incas ou Astecas)
  • Greco-Romana: conquistadores mundiais.
  • Egípcios: líderes da África Antiga.
  • Nativo-Africana: nações diversas do continente.
  • Meso-Asiáticos: Hebreus, Mesopotâmicos.
  • Asiáticos Orientais: Chineses, Tailandeses, Japoneses.
  • Nações das Ilhas: povos das ilhas da Oceania.
  • Nações Perdidas ou Lendas: Atlântida.

Histórias de RPG – Pelo Recorte Tecnológico

Definir qual o grau de tecnologia disponível é um fator determinante em histórias de RPG:

  • Alta Tecnologia: tecnologia rivalizando com feitos quase sobrenaturais, acessível para a maioria, medicina plena e facilidade de cura.
  • Baixa Tecnologia: tecnologia em desenvolvimento, não acessível para todos, medicina em desenvolvimento.
  • Tecnologia Primitiva: início de artefatos mecânicos, armas primitivas, facilidade para morte e dificuldade em tratamento médico.
  • Tecnologia Perdida: em outra época, já houve tecnologia, mas por algum motivo, foi perdida ou é raridade.
Histórias de RPG
O cenário de Star Trek é um bom exemplo de Utopia Futuro Distante de Alta Tecnologia.

Histórias de RPG – Pelo Recorte Místico

Definir o que é real e o que é possível no contexto do cenário da aventura de RPG é importante, para uma maior imersão ao jogo:

  • Magia: a magia existe, e pode ser utilizada.
  • Poderes de Super-Heróis: poderes de heróis de quadrinhos existem para uma pequena ou grande parcela da população.
  • Poderes da Mente: poderes psíquicos existem, para uma pequena ou grande parcela da população. Pode ser utilizados junto com os poderes de Super-Heróis para criar uma campanha Supers, ou sozinhos com um tema de suspense/terror ou ficção.
  • Criaturas Sobrenaturais: monstros existem, que podem ser antagonistas ou os próprios personagens, como em Vampiro – A Máscara.

Histórias de RPG – Pelo Recorte de Humor ou Emocional

Um dos principais alicerce das histórias de RPG, é o clima que é passado na aventura, definido entre o mestre e os jogadores com base nos recortes já apresentados.

  • Aventura: exploração, combates, vilões.
  • Comédia: cenas engraçadas, pastelão.
  • Drama: focado nas pessoas ou na cena, pode misturar outros gêneros.
  • Ficção: científica ou não. Precisa ser definido pelos recortes temporais e tecnológicos.
  • Sobrevivência: poucos recursos, o cenário (ou monstros) contra os personagens.
  • Suspense / Terror: uma criatura (ou criaturas) como antagonistas, no qual os personagens não conseguem derrotar de maneiras convencionais.

Histórias de RPG – Pelo Recorte Político e/ou Social

Quando a sociedade do jogo é mais importante do que a história em si, cai nesse recorte. É possível ter esses recortes em cada um dos outros recortes já apresentados:

  • Distopia: sociedade sem rumo ou que está em decadência. Muito ligado a um futuro próximo ou distante, pode ser colocado em qualquer outro recorte, como um velho-oeste de zumbis (como em Deadlands)
  • Hierarquização: cheio de castas ou cargos, com disputas por poder dentro de uma hierarquia complexa. Não confundir com um recorte político, pois nesse recorte os cargos são bem definidos e elitizados, como em Lobisomem: O Apocalipse.
  • Política: disputa de poder entre iguais. Jogo de interesses, e disputas de influências, como em Mago: A Ascensão.
  • Utopia: sociedade plena, desenvolvida, com certo recurso mágico ou tecnológico, como apresentado em Traveller RPG.
Histórias de RPG
O Cenário de Mad Max é um bom exemplo de Distopia Futuro Próximo.

Conclusões de Histórias de RPG

Em jogos de RPG, o que delimita a história é a imaginação dos jogadores envolvidos. Os recortes apresentados acima não são um norte para criar histórias, mas um gatilho para inspiração. Nada impede de você criar um jogo misturado ou simples com as dicas apresentadas.

Escolha entre algum sistema que já apresente um ou vários cenários estabelecidos (como em Dungeons and Dragons), ou procure um sistema genérico no qual você crie cenários do nada (como em GURPS ou Savage Worlds).

E não se esqueça de se divertir!

Fim do Texto – Histórias de RPG

Obrigado por ler até aqui. Espero que tenha gostado do artigo Histórias de RPG. Acha que faltou algo nos recortes? Comente logo aqui.

Salve o MaisRPG em seus favoritos, siga nossas redes sociais, e não se esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.