Jogos online e offline de RPG e Tabuleiro.

Como fazer um jogo de tabuleiro?

0 26

Confira como fazer um jogo de tabuleiro, seja adaptando um existente ou criando um jogo totalmente novo.

Como fazer um jogo de tabuleiro

Como fazer um jogo de tabuleiro?

Existem diversos jogos de tabuleiro no mercado, dos mais baratos aos mais caros, dos mais simples aos mais complexos, e dos mais antigos aos mais modernos, mas sempre temos aquela sensação que não tem um jogo que queríamos jogar, ou temos uma ideias para fazer um jogo para chamar de seu. O que fazer?

Se você já jogou jogos suficientes, ou tem uma ideia de um jogo marcante, que tal saber como fazer um jogo de tabuleiro? Seja para se divertir com os amigos ou até publicar ele em alguma editora de jogos, sinta-se livre para criar.

Mas, por onde começar? Aqui temos algumas dicas para você que quer criar seu jogo. Utilize-as como um norte a seguir, mas os tópicos abaixo não são regras pétreas, ou seja, não é um manual a ser seguido estritamente. Use-o como inspiração e deixe sua mente trabalhar. E divirta-se!

Como fazer um jogo de tabuleiro? Primeiro Passo: Pensando em um jogo

Esses sãos os passos iniciais de como fazer um jogo de tabuleiro. Pode levar um tempo para pensar, colocar no papel, e passar pelo principal crítico: você. Leve o tempo que quiser, se algo não lhe agrada, jogue fora e comece de novo. E o mais importante é saber que você está construindo algo não só para você, mas para os outros.

Tomando notas de como fazer um jogo de tabuleiro

Antes de mais nada, tudo o que você fizer você terá que tomar notas. Anotações, croquis, exemplos e até dicas vistas em outros sites, por outros jogadores… Tudo deve ser anotado e nada deve ser desconsiderado.

Nessa fase da criação do seu jogo, aquele detalhe que parece inútil ou inexpressível pode ser importante lá na frente na produção do seu jogo.

Uma dica é sempre andar com um bloco ou com o celular pronto para tomar uma nota escrita ou verbal. Você pode estar fazendo algo totalmente diferente, e de repente, pensar em algo para seu jogo. Antes que você se esqueça, tome nota.

Não confie exclusivamente na sua memória, pois ela pode falhar.

Pensando em um Tema

O tema é como você vai divulgar seu jogo. É a apresentação dele para os futuros jogadores. Pode ser algo simples como “um jogo de tabuleiro parecido como o Xadrez” ou algo mais completo como “um jogo de batalha espacial ambientado em um cenário que li em um livro”.

Quanto mais detalhes tiver no tema do seu jogo, mas interessante ele será para os jogadores. A mecânica dele pode ser até difícil, mas se o tema for bem elaborado, os jogadores vão se interessar pelo jogo alheio a mecânica dele.

Busque inspiração em livros, filmes, outros jogos de tabuleiro, jogos de computador, etc. Quanto mais legal o tema for, mais fácil do jogo ser absorvido.

Pensando em Mecânicas

Chegamos a parte mais complicada: o design do jogo em si. Existem diversas mecânicas para os jogos de tabuleiro. Se quiser ver uma lista, acesse esse artigo aqui mesmo do MaisRPG.

Saiba que existem dois tipos de jogos de tabuleiro centrais, então pense bem se seu jogo se enquadrará em algum deles:

Jogos de Tabuleiro Tradicionais

São jogos que os jogadores, conforme vão perdendo espaço no jogo, podem ir perdendo e saindo do jogo. Jogos antigos e alguns lançados no séc. XX são desse tipo.

Um exemplo é o War: podem jogar até 6 jogadores, mas terá uma hora que um ou outro poderão sair pois perdeu todo seu exército. Outro exemplo é o Banco Imobiliário, com a mesma premissa: ficou sem dinheiro, vai caindo fora do jogo.

Como fazer um jogo de tabuleiro
Um bom exemplo de jogo tradicional
Jogos de Tabuleiro Modernos

Conhecido como “nova escola alemã de jogos de tabuleiro”, os jogos que se enquadram nessa premissa tem características peculiares:

  • Regras simples: explicação fácil das regras, sem nada difícil de interpretar, ou quando complexo, com guias e tabelas de fácil interação ou consulta.
  • Partidas de duração curta: Jogo com início, meio e fim bem definidos, e com conclusão rápida. É muito raro um jogo dessa escola durar mais que uma hora.
  • Jogos Inclusivos: os jogadores que começam são os mesmos que terminam. Nada de excluir jogadores no meio da partida.
  • Mérito invés de Sorte: a estratégia e diplomacia é valorizada invés da sorte. A sorte pode existir, mas não é fator decisivo.
  • Visual Atraente: todos os jogos dessa escola procuram trazer uma experiência visual agradável e marcante para os jogadores.
Como fazer um jogo de tabuleiro
Um bom exemplo da escola alemã, e um forte concorrente do War

Decida “Como Vencer?”

Esse é um passo importante para seu jogo. Definir como se ganha o jogo é essencial. É essencial que você pegue a mecânica (ou mecânicas) aplicadas, e as possibilidades de vencer.

Só um jogador vence? Existe a possibilidade de empate? Existe a possibilidade de todos perderem? Ganha quem acumular mais pontos? Ganha quem chegar primeiro? Ganha quem conseguir pegar uma peça, local do tabuleiro, ou descobrir a peça/carta secreta?

Tenha em mente todas essas perguntas, e as respostas delas para elaborar um “vence quem…”.

Anote as Regras

em como fazer um jogo de tabuleiro, você precisa ter regras escritas e que possam ser consultadas por jogadores inexperientes no jogo.

Esse passo é tão importante quanto a elaboração do seu jogo, pois não importa se seu jogo é visualmente lindo e cheio de peças e cartas… Se ele for confuso nas regras, é capaz dele ser jogado apenas uma ou duas vezes, e ser abandonado pelos jogadores.

Um conselho bom é, quando você escrever as regras, pedir para alguma outra pessoa ler sem ver o jogo montado. Se ele entendeu o jogo sem ver o tabuleiro e as peças, então suas regras estão claras.

Uma lista de regras básicas que podem ser aproveitadas de todos os jogos. Responda-as e já tem uma base de regras:

  • Quem começa?
  • Como será a fase de cada jogador?
  • Como os jogadores interagirão entre eles?
  • Como resolver conflitos?
  • Como avançar no jogo?
  • Quem vence?

Determine as Características: Número de Jogadores, Tempo e Faixa Etária

A parte final do seu jogo é decidir as características do jogo.

Em número de jogadores, verifique se o jogo funciona bem com uma quantidade pequena e uma quantidade grande de jogadores.

No tempo, você poderá calcular quando um protótipo estiver pronto, e testes serem realizados (veja mais abaixo).

Jogos de 2 pessoas são extremamente competitivos, mas podem sem rápidos ou lentos. Jogos de 2 a 4 pessoas são comuns. Jogos com jogadores ímpares são normalmente atribuídos a jogos cooperativos (1 a 4 jogadores, por exemplo).

E jogos com mais que 4 jogadores pode levar horas para serem concluídos, exceto se a mecânica for bem rápida para que jogadores façam suas jogadas em menos de 1 minuto.

A faixa etária deve ser condizente com o tema e as mecânicas. Você pode ter ideia de faixa etária nesse artigo.

Como fazer um jogo de tabuleiro? Segundo Passo: Construindo um Protótipo

Essa é a parte que você põe a mão na massa. Tenha em mãos os materiais necessários para criar seu jogo, e veja nossas dicas.

Crie um protótipo funcional

Com base em suas anotações, e depois de ter escolhido a mecânica e o tema, agora é hora de criar um tabuleiro. Como protótipo, use um material no qual você possa alterar, riscar, ou até modificar de forma fácil.

Utilize papel ou papelão para criar o tabuleiro, algo que possa ser apagado ou riscado sem maiores prejuízos.

Fazer algo detalhado nessa fase pode ser custoso pois você pode ter algo que queira modificar, e aí você jogar todo um protótipo no lixo pode custar caro.

Também deixe um pequeno resumo das regras em seu protótipo, para que seja consultado visualmente e rápido. Uma tabela é de boa ajuda para memorizar as regras ou revisar.

Lembre-se que todo design, seja ele de jogos ou de qualquer coisa, existem rascunhos. E esteja preparado para dispensar esses rascunhos, caso seja necessário.

Reaproveite peças de outros jogos

Peças são materiais caros para serem produzidos e descartados quando ocorre um erro. Então, utilize as peças de outros jogos no seu protótipo. Use aqueles peões ou dados de jogos parados, ou até mesmo de jogos usados. Eles voltarão para suas caixas quando você passar para a última parte.

Se seu jogo tiver cartas, imprima-as e cole-as em cartas velhas de baralho. Se vai usar dados, use-o de outros jogos. A mesma dica vale para miniaturas ou peões.

Revise

Protótipo feito, revise com base em suas regras, anotações e ideias. Você vai fazer isso diversas vezes até está satisfeito com sua obra. Se você chegou aqui, e não ficou satisfeito com o resultado, não fique chateado. Volte tudo e refaça seu caminho.

A vida é feita de obstáculos, e antes de aprender a andar, aprendemos a engatinhar. Então, não tenha medo de errar. E se errou, corrija até ficar satisfeito.

Como fazer um jogo de tabuleiro? Terceiro Passo: Testando o Protótipo e Recebendo Feedback

Essa é a parte que você vai começar a apresentar seu jogo. Esteja preparado para receber opiniões, e trate-as como melhorias, mesmo as mais críticas e injuriosas.

Jogue sozinho

A melhor opinião nessa parte é a sua. Jogue sozinho, fingindo ser outros jogadores, e teste todas as possibilidades fáceis do seu jogo. Essa parte é que você vai se dar o feedback, e tomar nota. Se algo não está bem, volte algumas casas e tente novamente.

Jogue com parentes e amigos

É hora de mostrar para outros. Escolha amigos ou parentes para jogar seu jogo. É aconselhável alternar em pessoas que são veteranas nos jogos de tabuleiro, e outros que não são. Aqui você já pode também sondar sobre faixas etárias, e pode já revisar as características do jogo, como tempo, número de jogadores, etc.

Lembre-se de sempre trocar de jogadores. E tome nota das perspectivas e jogadas que eles estão fazendo. Eles poderão fazer uma ação que não estava prevista no jogo, ou até mesmo você não sabia que poderia ser feito. Cabe a você decidir se a jogada foi legal ou não.

Receba feedback e refine seu jogo

É hora de ouvir a opinião de todos. Tome nota, pergunte e receba as respostas. Desconsidere as críticas que não agreguem melhoras. Considere os elogios também. E depois de tudo anotado, volte para seu protótipo e regras e refine seu jogo.

Sempre que você proporcionar um novo playtest do seu jogo, tome nota de tudo o que foi feito, e assim, vá refinando seu jogo para que ele fique funcional e jogável.

Lembre-se que o jogo de tabuleiro é um jogo social, ou seja, mesmo que o jogo seja seu, você está fazendo o jogo para o mundo.

Repita

Refinou o jogo e as regras? Hora de jogadar sozinho de novo, chamar amigos e parentes, receber feedback, refinar de novo… e de novo… e de novo…

Jogo refinado? todos satisfeitos? Gostou do que fez? É hora de finalizar.

Como fazer um jogo de tabuleiro? Quarto Passo: Finalizando o Produto

Essa é a última parte. Hora de finalizar e deixar seu jogo voar para as mesas!

Transformando o protótipo em produto final

É hora de fazer um novo tabuleiro. Substituir peças emprestadas por peças próprias. Agregar um arte própria. E deixar seu jogo com cara de jogo de tabuleiro.

Nessa parte, agora seu jogo não pode ter mas cara de rabisco. Se possível, faça uma arte (ou consiga alguém para fazer). Seu jogo tem que ser bonito e funcional. Você tem que gostar de mostrar ele. Se o jogo for simples, como os tabuleiros de jogos antigos, que seja feito em uma boa madeira e que os desenhos sejam precisos e esteticamente bem feitos.

Existem empresas na internet que podem fazer um design de jogo e de peças. Se seu uso for profissional, ou seja, você pensa em publicar ou vender seu jogo, então procure um profissional em design gráfico para trabalhar essa parte com você.

Agora, se você é um artista nato, então transforme seu jogo de tabuleiro em sua obra prima.

Defina se o uso: caseiro ou profissional?

Essa parte é importante: seu jogo é só seu ou você vai disponibilizá-lo? E se vai disponibilizar, será de forma gratuita ou irá vender?

Essa decisão pode ser tomada com o feedback dos jogadores. Se seu jogo realmente ficou bom, não é crime ganhar dinheiro com ele. Agora, nessa parte, é bom você revisar o tema para ver se não irá infringir algum direito de copyright.

Procure uma editora de jogos disposta a publicar seu jogo, ou se tiver uma grana extra, publique seu jogo de forma independente.

Uma dica é procurar editoras que estejam em alta nos jogos de tabuleiro. Que tal consultar a Galápagos ou a Funbox? Ou até alguma empresa antiga no ramo como a Grow ou Devir?

Divirta-se (ou lucre)!

Essa é a melhor parte de tudo: jogo feito, divirta-se. E se partiu para ganhar dinheiro com ele, espere o lucro! O mercado de jogos de tabuleiro está em frenética expansão no Brasil. Se seu jogo for realmente bom, então espere o melhor.

Fim do Texto – Como fazer um jogo de tabuleiro?

Obrigado por ter lido até aqui. Espero que tenha gostado do texto Como fazer um jogo de tabuleiro. Esquecemos algo que deveria ter sido comentado? Por favor, comente logo abaixo.

Coloque o MaisRPG em seus favoritos, assine nossas redes sociais, e não esqueça de compartilhar esse e outros artigos do site!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.